domingo, 24 de julho de 2011

KRYON - O GRANDE PARADOXO A INCONSCIÊNCIA NA RELAÇÃO MATÉRIA/ESPÍRITO




Mensagem de Kryon Canalizada por Ginaiá Ferreira de Brito
16 de Julho de 2011
São Paulo, SP, Brasil


Saudações do Lar Primordial queridas Crianças Cósmicas em todos os quadrantes do Planeta Terra! Eu Sou Kryon e represento a manifestação da Consciência do Amor de Deus aqui e agora.

Que tal você parar por um instante anjo querido? Que tal você respirar um pouco e se conectar com as partes mais sábias e belas que você carrega dentro de si? Que tal expandir as suas expectativas para mais além? O que você me diz anjo amado, sinta e respire o Amor de Deus fluindo suave aqui e agora...

Tome um tempo para harmonizar esta energia dentro de seu corpo... Deixe a sua mente descansar, permita que o corpo relaxe e inspire profundamente este Amor para dentro de suas células. Respire e sinta que tudo se equilibra rapidamente e você pode deixar de lado qualquer coisa que possa interferir com este momento. Quem sabe não seja este o momento exato de você efetuar aquela “grande virada” no velho jogo da dualidade... Quem sabe?

O que o seu coração lhe diz nesse momento? Algo aconteceu... Não foi anjo querido? Algo ainda está para acontecer... E, você sente, desde já, não é mesmo? Sim querido, Eu Kryon sei o quê você sente e, às vezes, você ainda pensa sobre os “motivos” que o trouxeram até esta etapa da jornada, a estas mensagens e aos seus conteúdos.

Respire mais um pouco e permita que o Amor, o único agente transformador que realmente há, vá penetrando mais profundamente no interior das suas células.

Sim, anjo é isto mesmo, no interior das suas células! Ah! Da nossa perspectiva isto é lindo! Vocês as têm visto ultimamente? Suas células! Decerto vocês não puderam ainda compreender, o que na terceira dimensão, lhes parece incompreensível, indecifrável... O grande mistério de “ser humano”. As células estão mudando, o conjunto de sua biologia está mudando.

O DNA interdimensional alterou o quadro e você, agora fisicamente, começa a ver e sentir com os sentidos físicos as alterações em andamento. Não se assuste. Você pediu por isso não foi? Você queria transcender o paradigma da morte, desligar o relógio biológico e ter acesso ao “Terceiro Tempo”. Pois bem, está acontecendo. Está acontecendo agora anjo querido! A Grande Mudança é um fato!

Respire e permita que o Amor permeie todas as células que estejam se reequilibrando em seu corpo, como resultado de todos os esforços que você empreendeu até aqui. Deixe o Amor vencer anjo querido, afinal o Amor existe!

Mas, você ainda não se lembra de tudo não é mesmo? Você não lembra porque era apropriado que assim fosse... Você queria mesmo triunfar desta incursão contrariando todas as expectativas negativas de sucesso, próprias da ignorância, da ilusão, da inconsciência...

É anjo, Eu sei o quanto você quis desistir... Você pediu clemência, como se fosse alguma espécie de castigo perpétuo a vida na Terra... Você até acreditou que você era desprezível aos olhos de Deus e se sentia envergonhado com isso...

Você assim alimentava a culpa e, o remorso lhe corroia a alma. Você quis partir, alguma coisa lhe pedia para ficar e você viveu esta dualidade entre a terra e o céu muitas vezes... Isto foi sua história por longos períodos de tempo, registrados e compilados na História conforme você a conhece.

Então, chegamos a um novo tempo. Éons se passaram e você finalmente decidiu desistir mesmo. Mas, não. Oh! Não. Você não desistiu da Terra e de tudo o que você viveu aqui. Não, isto não! Você desistiu de “desistir” e resolveu “entender” o grande mistério e mudar o jogo da vida.

Olha anjo humano isto foi a coisa mais linda que você fez! Você sequer pode imaginar o que isto significou para a humanidade e para o TODO. Apenas você continuou a caminhada, às vezes, a passos vacilantes e cheios de temor, mas por outro lado enquanto caminhava, impregnava a Terra de uma nova esperança, de que mudanças viriam e este tempo muito novo adviria de alguma forma. Você estava se convencendo que podia triunfar do velho holograma e das dores impostas aos seus registros.

Primeiro você pediu para ver os anjos. Você foi atendido. Nós respondemos “olhe para o seu semelhante” e verá os anjos de Deus na Terra. Você não parecia convencido, então pediu para ver sua alma. Nós dissemos “olhe dentro dos olhos do seu semelhante e verá a si mesmo”. Ainda assim, você teve muita dificuldade e fez outro pedido. Desta vez, pediu para ver Deus e dissemos “é mais fácil do que imagina e muito mais simples”... “Olhe para o espelho e o que verá será Deus”.

Isto foi muito complexo... Nós compreendemos... Foi uma espécie de “choque” para você. O quê? Eu Deus? E você então decidiu que queria falar diretamente com ele. Nós prontamente aquiescemos e dissemos “vá para o centro de si mesmo, para dentro do seu coração e converse com Deus e Ele escutará”.

Mas, anjo querido, você pensa que é “humano” e pediu uma prova definitiva de que Deus o ouvia. E nós, finalmente, fizemos uma grande celebração deste lado do véu! Finalmente! Você estava lembrando-se do Grande Plano Divino! Sem perceber com seus sentidos físicos, você estava finalmente lembrando!

Foi então que as respostas começaram a chegar... Você lembra anjo querido? As mensagens escritas, faladas, intuídas, inspiradas, começaram a vir de todos os lugares. Os anjos que você contratou para trazer a resposta chegaram!

E assim, nós chegamos até aqui, no ponto exato onde um humano se senta diante do outro e ouve a voz de Deus, ou seja, ouve a si mesmo, aos seus conteúdos mais elevados, a níveis de verdade incontestes para aquele momento, as respostas a tudo o que foi perguntado desde outrora... Deus responde a quem lhe perguntou e com bondade infinita, mesmo os que não ousaram perguntar (Deus era muito bravo, não era mesmo?) até estes, têm acesso às respostas às perguntas que, inclusive, ainda não foram feitas...

Incrível, você diz não anjo querido? Isto parecia impossível lembra? Às vezes, a resposta vem de uma forma muito clara, outras de forma velada, em partes... E, até mesmo de forma poética ou metafórica. Às vezes, vocês precisam ter paciência, tolerância, as mensagens precisam se agrupar. Mas é Deus anjo, conversando com você e atendendo ao seu pedido.

E Deus fala muito não é mesmo? São tantos canais de comunicação, uma grande rede de notícias, com conteúdos tão similares, quando não idênticos, entre pessoas que nunca se encontraram ou conversaram antes. Esta parte é ainda mais incrível. Em um segundo esforço conjugado, anjos e humanos tecem uma Grande Rede. Ah! Sim, claro anjo, isto foi tentado antes... E faz pouco mais de um século!

Eu Kryon, tenho estado entre vocês, deste modo, há mais de duas décadas. Muito foi declarado, formatado e disponibilizado. E quanto mais você desabrocha e deseja saber, mais podemos apoiá-los a conhecer níveis mais e mais profundos desta grande verdade.

Agora, você já conhece algumas máximas importantes. Você sabe que a evolução é permanente e que tudo o mais não é. Você sabe que a impermanência é, deste modo, a única constante que permanece. Você sabe que nada nunca foi o que parecia ser... Claro querido, era uma ilusão, deflagrada com um grandioso propósito de evolução pela experimentação na dualidade inconsciente. Você sabe que nasceu para ser amado e que o grande objetivo da experimentação é a experimentação!

Você sabia que precisava aprender, ter conhecimentos e informações. E isto você buscou o tempo todo. Nós acompanhamos sua trajetória. Mas, anjo, não eram informações definitivas. Nem poderiam ser. A evolução é feita de mudanças, que impulsionadas pela Grande LEI, os leva a novos patamares, sempre! Então, muitos equívocos foram perpetrados em nome de verdades transitórias que pareciam eternas e, por conta disto, muito conhecimento se perdeu ao longo da jornada.

Por conta desses equívocos alguns de vocês se reuniram ao longo da história, tentando preservar o conhecimento adquirido. Muitas vezes, no drama da ilusão, vocês tiveram as vidas ceifadas, protegendo a verdade dos sistemas de crenças que tentavam impor a inverdade, manipulando as mentes frágeis que se permitiam abrir mão do seu poder pessoal.

Quando você para de procurar a verdade, ela vai ficando cada vez mais distante. A verdade é proporcional ao seu empenho em buscá-la. Você não a quer, ela fica sob o véu da ilusão. Você mesmo optou por isto. A verdade só é visível para quem a deseja ver. Não somente com os olhos materiais, pois estes foram criados para ver a ilusão e a ela se aliar, validando-a, mas, sobretudo, com os olhos do Espírito, que a TUDO vê.

Ah! Mas vocês são os “Mestres”. Claro que previram tais situações desde os Planos Mais Elevados da Alma e prepararam a correção. Amorosamente, claro! (Kryon ri muito!). Isto tem a ver com o motivo de Eu estar aqui. Mas, claro que isto você também já sabia! (mais humor). Oh! Anjos Eu digo que amo muito vocês. Como vocês são ternamente amados e honrados por isto queridos!

Vocês escreveram estas páginas e esperavam um “gran finale”! Mas, contrariando suas expectativas tridimensionais, mentais e egóicas (sim, claro que ele tinha que participar disto! Ele não ia perder essa oportunidade, iria?) o final não veio... Também não veio a promessa humana de “salvação eterna”... E, nem tampouco, o cataclismo do fim do mundo... Anjos, o que veio justamente contraria tudo o que previram e esperavam, mesmo para a Nova Energia.

Não é um dogma que define um nível de consciência. Está na hora de lidar com mais um nível de verdade, bastante necessário nestes Tempos de Transição.

Frequentemente, vemos muitos humanos em confusão com o tema, postulando “teorias” definitivas, gerando métodos de ascensão e dogmatizando, escravizando e manipulando a nova proposta. E Eu, Kryon, lhes digo que isto não vai funcionar desta maneira... Entendem queridos? Simplesmente não vai funcionar!

Meus amados, vocês estão diante de algo que é inédito. Vocês precisam parar de tentar customizar com o “inédito”! Inédito é novo! Não tem precedentes... Não há desfecho ou previsões inexoráveis, senão janelas de oportunidade que se modificam pela impermanência das escolhas. E estas anjos, mudam o tempo todo. Modelos e regras, vocês já tiveram e esgotaram sua utilização. Vocês não estão cansados da mesmice?

Anjo, preste atenção. Não vai funcionar desta forma. Não mais... Vejam que uma massa de anjos se preparou para este momento. Utilizaram o que sabiam no Velho Paradigma. Intuíam, percebiam e tentavam lidar com isso da melhor forma possível. Até para o isolamento isto levou alguns anjos. Queridos, prestem atenção. Isto ainda estava sob os efeitos do Velho Paradigma e não podiam alcançar algo que não havia chegado ainda e não tinha “forma”, sendo impróprio manter qualquer expectativa.

Mas, como sempre, os humanos têm a tendência, apoiada pela dualidade, de sobrepor o passado, utilizando as mesmas fórmulas, mudando-lhes as nomenclaturas, mas mantendo o conteúdo, isto foi feito mais de uma centena de vezes. Vocês conhecem a história. De quê ela é feita? Senão de sobreposições, com alguns ajustes aqui e ali, para que o humano não tenha acesso à verdade. Isto é o que os humanos fazem o tempo todo consigo mesmos. Eles escondem e mentem para não ter que mudar os velhos hábitos e vícios!

Isto, em parte, é apropriado. Porém, crer que isto seja tudo, seria uma tolice que os Mestres não cometem mais... Não na Nova Consciência. Anjos, o ego só pode ser compreendido a partir de outro nível de percepção, não do ponto de vista acanhado da terceira dimensão que não considera os fatores espirituais como condição determinante do desenvolvimento da persona. Para se sobrepor ao ego e alcançar outro nível de compreensão mais ampla, você precisa encarar a persona e não ignorar a máscara que usa com a negação infantil.

Jamais se esqueça anjo querido, que o ego representa uma estrutura falso dissociativa, pois nunca reflete o desejo próprio do indivíduo, sendo sempre suas concepções, resultados diretos dos desejos de outrem, que o indivíduo se esforça por realizar. Nunca é sua própria vontade em ação.

Mas, de fato, engana-se o indivíduo desse modo, pois pensa o tempo todo que exprime a sua idealização, quando está a ser manipulado, inconscientemente, para fazer sempre o que esperam dele. Mesmo quando contraria as expectativas está realizando o desejo do ego inferior, caso não tenha se encontrado com a essência divina em si e proclamado sua libertação.

Por que a inconsciência é permissiva deste estado de coisas? Porque não se lembra dos compromissos assumidos com a necessária reparação ou com o desejo de romper com o ciclo de repetição. A persona é resultado da Lei de Encarnações Sucessivas, que por sua vez, é fruto da inobservância da Lei de Progresso.

Quando, pelo alcance da Suprema Consciência o “ser” tem a possibilidade de ser retirado do ciclo da “Roda de Sansara” ele passa a ser um co criador consciente, jamais desejando manter-se em contínua repetição. Que vantagem para a alma tal situação? Nenhuma. Ela não aprende com repetição. Vejam o que está sendo explicado aqui.

Queridos, isto não é fácil. Sobremaneira, para aqueles, cuja bagagem sugere que estejam no caminho perfeito, quando estão caindo no abismo da inconsciência e, não percebendo a tenuidade da situação, se tornam presas fáceis do orgulho escravizante. O indivíduo mais esclarecido cai sempre no próprio orgulho, se constituindo esse, o seu maior desafio. É como se o ego preparasse uma armadilha em lhe permitir acesso a tanta informação e o incauto, caindo na soberba do conhecimento, tropeça em si mesmo.

Este orgulho os levou sempre a toda sorte de julgamentos, na tentativa frustrada de reduzirem ao máximo as possibilidades de se livrar do ego inferior. Refletindo sempre suas próprias deficiências nos outros e criando muros de defesa para que não sofressem com as consequências deste ciclo vicioso quando o outro lhe cobrasse tal postura.

Você julgava para “não ser julgado” você sabia anjo? Sim, era isto que você fazia e, a seu ver, esta era a melhor defesa. Por isso, depois de tantas frustrações e sempre à beira do abismo, no íntimo, buscava algum tipo de “transformação” radical, definitiva, que viesse trazer alguma outra possibilidade. Este momento chegou! É agora o tempo de renovação.

Foi previsto que haveria uma Nova Era. E que esta lhes traria de volta a idade do “ouro” como na Era de Leão no Egito ou mesmo no auge dos tempos de Atlântida. Seria conhecida como Era de Aquário. Que grande tesouro é este anjos? Qual é o “ouro” da Era de Aquário? Se já compreendem o inédito, decerto sabem que não se trata de riqueza material. Isto seria o óbvio. Então, saindo deste padrão, o que temos?

A liberdade, anjo amado... A liberdade... Este é o maior tesouro que podem alcançar, este é o “ouro” da Era de Aquário. O bem mais precioso para um anjo que ficou preso indefinidamente nas garras da inconsciência da dualidade. Assim, o Espírito livre, finalmente, para poder seguir com consciência, assumindo sua missão e propósito.

A liberdade de poder se desprender de tudo, tudo mesmo, criando uma reviravolta completa e complexa nos sistemas vigentes. Sendo livre, a nada precisa se apegar e a tudo pode desfrutar, sem a desvantagem do sofrimento, pela perda. Não há dualidade na liberdade.

Não há perda para o Espírito livre. Ele simplesmente muda de patamar com suavidade e leveza, não levando consigo, senão o fruto da experiência anterior, os conhecimentos aplicados, pelas informações recebidas, que experimentadas, levam à sabedoria.

Tendo adquirido sabedoria, o anjo humano não precisa repetir, pois transfigurando a experiência a transcende para o novo patamar, onde realizará novas experimentações, sempre evoluindo.

Neste novo tempo, por ocasião dos insucessos anteriores e para “quebrar” o estigma de separação que se manteve pela dualidade, vocês escolhem a UNIDADE pela Família de Luz, realizando o “Novo Tempo” juntos, demonstrando que compreenderam que são UM SÓ e a MESMA COISA.

Celebrando a alegria do reencontro e a felicidade deste modo e, também, aceitando o desafio de co criar juntos, com o mesmo nível de consciência, sem nenhum dos dogmas do passado e manipulações sem sentido. Todos no mesmo patamar evolutivo.

Queridos anjos, vocês, neste momento, estão diante de uma decisão muito importante e será relevante para a sua jornada e seus objetivos. Conscientemente você precisa escolher se manter na consciência aceitando que é, de fato, um co criador. O momento atual exige atenção e discernimento. Para obter a liberdade precisará “recolher” todas as partes de si mesmo à Luz de uma nova verdade.

Anjo querido se você escolhe a “Luz” também escolherá integrar TUDO aquilo que você É. O que significa trazer e incorporar todos os aspectos da sua sombra. Com isto você terá que vir para o “centro”, para que se restabeleça o equilíbrio em todas as suas passagens e sua história pessoal nos anais do Planeta Terra.

O AMOR IRRESISTÍVEL, o respeito e a honra por si mesmo e por tudo o que você representa serão os alicerces do Novo Edifício Fundamental.

A persona se despede e morre a morte transcendental, dando origem a uma nova concepção de “ser”. Será uma Nova Consciência além de todas as experiências vividas. Uma RE inauguração de si mesmo, com a escolha soberana sobre os acessos a cada registro compilado, em sendo necessário.

Afinal, a Criança de Luz representa esta nova possibilidade. Ela não jogará nada fora. TUDO será honrado e acessado em havendo real necessidade. Uma nova dinâmica toma lugar no desenvolvimento da essencialidade, que passa a ser a tônica do novo ser em constante transformação e elevação vibracional.

O ego, como estrutura de controle, sempre mantém tudo inalterado para sua própria comodidade. Assim é que, muitas vezes, algumas pessoas parecem paralisadas no tempo e no espaço. É deste modo que o tempo se repete em ciclos contínuos gerando os padrões pré existentes, por conta da linearidade, ao início do primeiro ciclo.

A inércia é celebrada. Assim, a impermanência não é, no plano da realidade, uma constante. Sob o jugo e controle do ego inferior, o “ser” não se permite transformar, sendo incapacitado de alterar os cenários que se repetem infinitamente, às voltas com os mesmos personagens e situações.

Todas as premissas e a própria base da Nova Energia está na transformação permanente e evolução integral. Não se trata de mudança de idéias associadas a padrões inconsistentes e irresponsáveis. Mas, anjo querido, você precisa transfigurar o que vê com os olhos, para que consiga “ver” com o coração. Senão, não há possibilidade de transcender a realidade fixa e imutável do holograma de terceira dimensão e suas diretrizes.

Querido anjo, você não pode mais negar aquilo que você É. Pois isto sim seria ser, apenas e tão somente, a sombra de si mesmo. Aceite que um dia você foi impecável, perfeito, pleno e UNO. Porém, neste tempo, era desprovido de experiência. Fundamentalmente ignorante de suas próprias capacidades e desconhecedor de seus potenciais. Você não era criativo ou inventivo.

E então você se tornou humano... Para quê mesmo? Oh sim! Querido anjo não negue... Não negue a si mesmo a “Grande Possibilidade” de aceitar o seu ego como ele é de fato. Não mais rejeite a sua sombra. Isto também não vai mais funcionar... Acaso seu corpo se manteria em pé sem suas pernas? A sombra, no velho paradigma, vamos interpretar que ela representa suas pernas e o ego, os seus pés.

Se suas pernas e pés não se unem no plano tridimensional, você não se movimenta... Você não dá um passo e não sai do lugar! Então anjo querido RE considere a decisão do ego inferior de desertar da jornada de Luz, porque os seus pés estão rejeitando o comando do seu coração, tentando fazê-lo caminhar para outra direção, aquela que a ilusão o faz “suspirar” como sendo apropriada e que, a esta altura, você já sabe que não é.

Sem o perfeito alinhamento e sincronicidade o seu coração divino (cardíaco superior) não ampara e sustenta o coração sagrado (cardíaco inferior). Você não consegue irradiar a Luz divina, para os chakras inferiores. O chackra plexo solar vai bloquear o fluxo desta irradiação e esta não descerá até os níveis de sua conexão com a Mãe Terra, a conexão que você chamará de “Flor da Terra”, representada por cinco pétalas que encerram os quatro elementos e a quintessência.

Então anjo querido, deste modo, Gaia não saberá que o “Sagrado” e o “Divino” se uniram pelos laços do coração e você fica, igualmente, privado do apoio e amparo da Grande Mãe, para dar os passos e se alinhar com o fluxo divino e seguir na direção apropriada, permitindo que seus pés se movam novamente.

Um dia, Eu Kryon, lhes falei dos sapatos interdimensionais que deveriam calçar para trilhar outros níveis da caminhada. Pois bem amados, agora, neste Terceiro Tempo, Eu lhes falo dos “pés multidimensionais” que não precisam sair do lugar para que você alcance qualquer lugar que almeje. É com esses “novos pés” que você seguirá o caminho do coração, onde o propósito se realizará em plenitude e gozo inimagináveis.

Queridos, houve um tempo, não muito distante (risos) onde havia um carro e um certo motorista (você lembra?) que deveria deixar a direção e o comando do carro... Isto era com você anjo. Era você quem deveria resolver esta pendência. O carro é seu, o motorista é responsabilidade sua, assim como as relações confusas e complexas que desenvolveram entre si, a ponto de não conseguirem se dissociar um do outro.

Este era para ser, neste momento, um assunto do passado... E ainda alguns anjos insistem em retardar o destrato... O que você fez com ele? Ainda estão a discutir a relação? Ainda estão “negociando” as bases do destrato? Continuam com a velha mania de fazer barganha? Você acredita que haja mesmo algo, que não seja o controle total, que ele deseje? Não há com o que discutir. Para o ego é sempre tudo ou nada!

Você já deveria saber e estar ciente disso... Nossa anjo querido que tratado longo e ineficiente você ainda está escrevendo sobre essa situação. É como se alguém dissesse... Para que serve? Por que está prolongando o inevitável? Você pensa nos momentos de liberdade que adia viver enquanto esteja subjugado nesta relação?

Ouça bem anjo humano que lê esta mensagem, isto está sendo dito para você. Você não pode perder o “timing” do trem da Nova Consciência! Você não pode correr o risco de perder o embarque na parada para descanso e refazimento. O que houve com você? Desviou-se no caminho da loja de conveniências? Entreteu-se com algo que não deveria? Queridos, atenção, olha o trem!

Não tem mais carro e até os sapatos interdimensionais estão a partir em algum tempo... Olhe para os seus pés agora. Olhe! Preste muita atenção para o que você está fazendo, para onde pretende ir, porque anjo querido, não há volta... Quando a parada obrigatória do trem terminar, os anjos atrasados deste trecho vão ficar na estação...

Agora, Eu Kryon lhes pergunto, mas não responda neste momento... Tome um tempo e respire a energia pura que está quanticamente contida nas entrelinhas do que você lê. 

Eu pergunto: Por que o trem parou amado? Por quê? Por que houve a necessidade de uma parada obrigatória? O ritmo diminuiu e você sente o movimento de “desaceleração” do trem como um retrocesso? Isto lhe diz algo anjo querido?...

Eu Kryon lhe dou a direção da resposta. Olhe atentamente para o movimento dos astros no céu. Depois, olhe para o personagem! Olhe! O que você vê? A persona é marionete do ego e, sequer percebe... O ego se recusa em abrir mão do personagem. Foi-lhes dito que haveria uma batalha final contra o ego, não é mesmo? Ah! Fui Eu quem disse... Não chore anjo querido... Não agora... Enxugue as lágrimas...

Você precisa “enxergar” ao seu redor! Por isso você pede a nossa PRESENÇA, porque você precisa deste contato com o Lar Primordial... Nós viemos em Amor... Eu Kryon e toda a Comitiva... Anjo querido, você precisa se lembrar em “como” era antes de Kryon a fim de conscientemente co criar um novo “depois”. Isto é legítimo, pela consciência, não pelo ego... Não mais...

Queridos, Eu Sou Kryon e todas estas coisas são reveladas com a sua permissão. É justamente porque você está pronto para ouvir, ler e compreender que Eu venho até você, atendendo o seu chamado. Não há “acaso” na nossa relação! Não anjo querido! Ela é consentida, desejada e honrada. Assim como você querido anjo se transformou em humano.

Gaia, neste momento, especificamente, precisa que você faça todo o esforço possível para se manter em harmonia e equilíbrio enquanto sopram os ventos da mudança. Você estará atravessando uma fase delicada do processo. Soará como um grande teste. E, justamente desse modo, saberá que está nele concretamente. Este será seu alinhamento e superação. Encare e vença o desafio, sem tomar outro rumo ou se perder de si mesmo.

Não tema. Estas palavras são um apoio necessário para que você permaneça alerta e vigilante. Este é o ano de Gaia, dos quatro elementos e da superação. Você nada há muito tempo em mar revolto. Você praticamente não conhece a calmaria. E é justamente por isso que quando ela o acolhe com suavidade, paradoxalmente, estando em tranqüilidade, você entra em pânico, sem perceber.

Anjo humano, a sua mente racional da 3D lhe diz que isso, a tal tranquilidade é impossível e você cede querido... Ah! Você sabe do que Eu estou falando aqui, não sabe? Simplesmente a mente egóica não sendo capaz de se entregar e confiar, pois que assim já não estaria no controle, Re cria, como de praxe, altas doses de drama. O “humano” fala mais alto que o “divino” e você sucumbe à tentação e atrai a ventania e a tormenta para sua vida... Paradoxalmente, assim você se “sente” vivo na 3D.

E Eu Kryon lhe pergunto mais uma vez... Para que serve tudo isso?

O grande paradoxo humano e, por mais inverossímil pareça, é RE conhecer que não há o “humano” unicamente neste plano de experimentação. A “Essência” primordial e, portanto, “essencial” é invisível aos sentidos e de origem Divina. Sinta, querido, esta complexidade.

A parte de vocês que é humana, deseja o céu, mas para tê-lo, precisa se harmonizar e se equilibrar com a Terra. O que, neste ponto, representa algo paradoxalmente oposto e insolúvel. Ora, pois se ele mesmo inicia a busca pelo Divino, pelo desprezo de ser “humano” e viver na Terra, como poderia honrá-la e alcançar o céu?

A parte humana, pela disputa insensata, busca todo tipo de posses e realização de desejos puramente materiais, nada, nunca, lhe sendo suficiente, pois que ao alcançar algo, já tem outra coisa em vista e assim sucessivamente. Nessa busca o paradoxo se manifesta e, afasta o que o humano poderia ter, afastando-o da realização, sendo isto o suficiente para provê-lo, com larga faixa de consistência.

O humano externamente com rituais, cultos, seitas e muita separação busca incessantemente Deus. O paradoxo neste ponto se revela inexorável. Ele nunca encontra com ele, senão quando desiste de tudo que é externo a si mesmo e vai para níveis profundos de si e a Divindade se revela.

Anjos há um propósito para que as coisas na Terra, tenham sido como são e para que vocês também sejam como são. É por isto que neste momento há uma “Revelação”. Não é a sua parte “humana” unicamente, responsável por isto, pois que tudo foi planejado nos planos sutis do Espírito.

Mas, o humano é sim o responsável. A responsabilidade lhe cabe e, por isso a Mãe Terra, Gaia, precisa que aceitem o que são e assumam esta dose de responsabilidade pessoal e coletiva, perante a nova criação. Os humanos são iguais, estão aqui todos sob as mesmas condições, sendo, portanto, inevitável, que assumam sua função.

Todos foram emanados da mesma Fonte e sob o mesmo princípio. Apenas e tão somente, por conta das escolhas e livre arbítrio nas incursões, em função da quantidade de memórias de polaridade negativa resultantes destas experiências densas e disformes, alguns conseguem alcançar e reter, mantendo mais ou menos inalterados os coeficientes de Luz e outros ainda não conseguem sequer alcançar.

Por isso amados, sendo inevitável que o “paradoxo” - matéria e espírito – se cumpra, inexorável, neste plano, com este nível de experimentação não pode haver o equilíbrio ideal. Estando os personagens às voltas com toda a sorte de situações em franco desnível na balança das polaridades.

Para alcançar o equilíbrio de forma consistente e sustentável, deve o humano recorrer ao Divino. Deve RE lembrar sua origem e destino e aceitar, irrefutavelmente, esta condição primeva, como condição de existir neste plano.

O paradoxo – matéria e espírito – em determinado ponto se esgota sem que seja possível o equilíbrio da balança. Somente quando chega a este ponto de não retorno, pode o homem, despertar dentro de si o “caminho do coração” e passar a uma nova existência, em um novo patamar de experimentação, onde “sentir” será a condição de substituição de não “ver”.

Enxergando pelos olhos da alma, acima do complexo campo humano dual, ele transcende a percepção primeira que se altera. Ao se alterar ele passa para um ponto trial, onde uma parte do campo de percepção não está na matéria e provêm de outro plano de experiência.

Ao passar para este âmbito de experimentação, não material, em sociedade com Deus em si e consigo, permanentemente, ele alcança, gradativamente, a base sólida que lhe permitirá evoluir, em consciência, para fora do paradoxo.

Anjos, a consciência não conhece limites, então ela não se encaixa no terreno linear – altura, profundidade, largura – e desconhece o fator tempo e velocidade. A consciência apenas É. Isto essencialmente lhes concede uma nova condição de viver e existir, acima da dualidade.

Os índigos vieram para a Terra por algumas razões. Vamos focar a especificamente aqui tratada, sobre o paradoxo. Eles desafiam os protocolos de criação e desenvolvimento tradicionais dos humanos em crescimento e aprendizado, praticados até então.

Com a criança tradicional, você impõe e diz como quer que ela faça. Com os índigos os advertimos, amorosamente, que não iria funcionar desse modo. Eles só fazem o que querem e aceitam como fruto de experimentação legítima no cumprimento de suas funções.

Para os pais, anjos queridos, saibam que eles representam a “sombra” desafiando-os o tempo todo em que encontram ocasião de lhes chamar atenção. Por isso as relações duais de amor versus ódio, existentes muitas vezes entre índigos e todos os que representam, de algum modo, a autoridade dos pais.

Eis o paradigma que precisa ser quebrado. A experiência com eles precisa evoluir para um outro nível, mais elegante e com resultados. As crianças parecem frágeis. Os índigos não se curvam e não obedecem. Eles foram programados para entender os motivos “reais”, verdadeiros e necessários para empreender uma ação.

Com eles não basta dizer “porque sim” ou “porque eu quero”. Eles pedem a abertura do diálogo! Eles pedem para que os pais e responsáveis pelos sistemas de educação e instrução saiam do modelo obsoleto de relação adulto versus criança. Eles não aceitam ser tratados com menos deferência por estar na infância ou na adolescência. Eles exigem respeito para com suas necessidades e limitações.

Como reflexo da “sombra” eles desconfiam dos interesses egóicos e mesquinhos dos pais e, muitas vezes, eles fazem o “jogo”, exacerbando as características de ego dos pais, quando em verdade, estão prestando um grande serviço aos humanos dentro do “Grande Contrato”. Eles fazem com que o exagero das atitudes contraditórias amplifique ao máximo o egoísmo e o orgulho latente nas interações.

Anjos prestem atenção nisto. Já não é sem tempo! Os pais negam o tempo todo o reflexo, piorando muito suas relações com os filhos de natureza índigo. Comumente estas relações caem no campo da indiferença, gerando pérolas como “não sei a quem meu filho puxou” ou “isto não pode ter saído de mim” e a mais comum “esta criança é terrível”.

Em pronunciando estas sentenças só fortalecem as próprias defesas psíquicas inconscientes e latentes, em franca expansão. O filho é somente espelho dos pais, estão demonstrando com suas próprias expressões, o que precisa e deve ser mudado, para que aprendam a celebrar a Criança de Luz e a Re conhecer Deus nos reflexos promovidos pelo semelhante.

Enquanto insistirem em rigidez, tradição e sobriedade excessiva, nenhuma vantagem real de evolução alcançarão. Eles não vieram à Terra para ser “domados” ou “instruídos”. A experiência pela experiência é o seu forte, assim como a inventividade. Decerto, anjos há critérios e soluções novos para uma convivência pacífica. Mas, há que desenvolver o equilíbrio, ter respeito e precisam conquistar sua confiança.

O humano não aprendeu ainda a ser tolerante consigo. Não aceita ver seus próprios desvios e quando são alertados pelo comportamento dos filhos que demonstram com clareza “onde” está o problema, entram em negação, por conta da culpa que carregam e até mesmo do remorso.

Amados anjos, o índigo respeita quem é íntegro consigo mesmo. Sejam verdadeiros, expliquem os motivos com verdade, o quanto precisam de certas situações para alcançar o equilíbrio e para se manter com tranqüilidade. Expliquem que a integridade deles depende da sua e demonstrem seu amor.

Não há garantias de relações estáveis, senão para os que se encontram no mesmo nível. Não se trata de um concurso para descobrir quem é o ganhador. Não é jogo e não há prêmio. O único bálsamo é o RE conhecimento de estar aprendendo a refletir a Luz pela consciência superior ao invés de alimentar a sombra.

Queridos anjos humanos, a identificação dos pontos pessoais de estrangulamento emocional que levam aos exageros que alimentam e reforçam o ego inferior, devem ser cuidadosamente identificados, observados e contidos através de trabalho interno e persistente. Sobretudo na presença dos índigos que são sensíveis a qualquer manifestação de desequilíbrio, manifestando quase sempre o padrão de raiva e revolta próprio da sombra humana.

Anjos amados alegrem-se! Celebrem! Vocês estão no caminho. A ilusão está se desvanecendo e o véu é tênue. A Luz e a Sombra manifestam duas realidades distintas e identificáveis. Saiam do paradoxo, elevem os níveis de consciência e vibração. Saiam do ego escravizante.

O trem fez uma parada na estação para abastecimento com novas informações e para que os relacionamentos possam ser levados a outros níveis. Afinal, conheceram muita gente nova dentro do trem e vocês estão levando estas interações a novos níveis.

É um teste para o coração. Não perca tempo com a matéria neste momento e lute para permanecer no trem, mesmo contrariando todas as expectativas do seu ego. Ele é o único que deseja que você perca essa incrível jornada.

Anjo querido não subestime suas capacidades inatas de superação. Vença o paradoxo. Se descer desse trem, certamente perderá a viagem...

Eu Sou Kryon e em Amor estes ensinamentos foram trazidos até você. Para a honra do espírito do Amor universal.

Você é honrado e ternamente amado. Somos Um!

E Assim É.

NOTA LEGAL
Este artigo é protegido por direitos autorais. O autor dá permissão de compartilhá-lo, através de qualquer meio, contanto que os créditos sejam incluídos, o nome do autor, a data da postagem e o local de onde se obteve a informação divulgado com o corpo da mensagem. É expressamente proibido sua comercialização sob qualquer forma ou seu conteúdo adulterado ou parcialmente divulgado (trechos da mensagem) ou utilizado para base de qualquer trabalho sem permissão prévia do autor. Sempre incluir o endereço eletrônico do site oficial no Brasil:

Ginaiá Ferreira de Brito
Para mais Informações e Contato use este e-mail:  kryon@kryonnobrasil.com.br
Para atendimento pessoal e consulta escreva para: atendimento@kryonnobrasil.com.br

Gostou! Indique para seus amigos.

2 comentários:

Anónimo disse...

Desculpem mas, eu não credito que uma pessoa sem compaixão e respeito por seu próximo possa canalizar um ser da grandeza de Kryon, usando seu nome para ganhar rios de dinheiro e manter o alto padrão de vida que levam, e se desfazendo e discriminando os que não têm como pagar por seus caríssimos workshops só frequentado pela elite que, apesar de elite se deixam enganar por esses embusteiros. Não existe compaixão e caridade nesses corações onde o Pai ainda dorme. A única preocupação que existe por parte deles, é com a conta bancária de quem os frequenta. Eu sofri na pele essa discriminação quando argumentei pra o seu Carlos Afonso dos Santos que não poderia pagar num fim de semana o que não ganho em um mês de trabalho. Êle simplesmente tratou de me olocar para fora da OUSE - Ordem Universal dos Seres Estelares cujo dono, foi habilmente comprado por eles, para que eu não pudesse atrapalhar os planos de lotar o próximo workshop deles, coisa que nem passou por minha cabeça, apenas comentei que não podia. Certamente se eu tivesse dinheiro o tratamento seria outro. Cada dia mais, eu me decpciono com os espiritualistas. Cuidado com seu nome vinculado ao nome dessa verdadeira quadrilha pois, acabei de denunciá-los so ministério publico e certamente serão investigados e, não sairão ilesos. Meu nome é Luma Monteiro e meu e-mail é: luminar.monteiro @gmail.com. Desculpe o desabafo mas, não pude deixar de alertá-los para que não caiam em esparrelas e terminem com seu nome na lama que é o que emana desses seres das trevas. Sem mais, Luma.

helena isabel disse...

boa tarde, luma!

confesso-lhe que hesitei muito em publicar este comentário. tenho muito carinho por este projecto de "a roda do amor", que está envolvido na energia do amor incondicional, que como sabe não assenta em culpas nem julgamentos.

no entanto, este também é um espaço livre e não vejo razão para que, a partir desta mensagem, se possa construir um diálogo onde se esclareçam estes factos. o que eu peço é que seja um diálogo aberto, mas construtivo.

existe um ponto neste seu comentário que também eu tenho sentido há algum tempo e ao qual eu tenho chamado de "o capitalismo da espiritualidade". de facto, muita gente cobra bastante pelos seus workshops ou terapias, quando tantas pessoas estão a contar os seus tostões para poderem usufruir pelo menos do básico para a sua sobrevivência. muitos já nem sequer têm essa reserva e vivem em condições muito limitadas. o amor incondicional é um facto e não se cobra.

eu própria sou facilitadora de workshops de cristais e terapeuta. comecei com um espaço partilhado com alguns amigos, onde praticávamos a livre contribuição de abundância, ou seja, as pessoas que me visitavam para participar dos workshops apenas me deixavam o valor que podiam ou consideravam justo. muitas vezes recebi abraços e que bem que me souberam!

já agora, a minha profissão é escritora. as terapias são uma benção, uma forma de eu transmitir às pessoas que me procuram as ferramentas que elas necessitam para realizarem auto-cura nelas, facilitando o seu processo de evolução. há uns anos, foi uma amiga minha que pegou na minha mão e com todo o amor sarou as minhas feridas e mostrou-me o caminho luminoso, nunca me cobrando nem um centavo. ainda hoje estou grata à lynda por todo o carinho e disponibilidade.

grata por todo o carinho

helena isabel